quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Papo aconchegante

Bom dia, boa tarde e boa noite. Tudo bem com vocês?
Pediria para que antes de começar a leitura deste post, aceitasse a sugestão da minha trilha sonora para ele. Dê o play no vídeo abaixo e boa leitura.

Nos últimos tempos a vida tem me proposto desafios, mas não são os desafios que estamos enfrentando no emagrecimento, são outros. Alguns doloridos, pesados e apavorantes, outros estranhos, confusos e instigantes. Mas aos poucos encarando um a um, aprendendo a cada passo e acumulando com as pancadas e também recompensas deles sairei melhor, mais sábio ao mesmo tempo que com a certeza de saber muito pouco sobre a vida. 
Mas sabe o que tem me dado forças para continuar, forças para não desistir?
Sim, a batalha por uma vida mais saudável, mais leve. Desde a parte que diz respeito a saúde física até a parte que engloba a saúde mental. Preciso ser mais leve, seja na balança, seja nas relações, seja nas minhas escolhas e até no seja o que for. 
Aos poucos fui aprendendo que preciso me ouvir ao invés de me atropelar com as certezas dos outros. Preciso respirar ao invés de correr pelas urgências dos outros. E principalmente preciso saber de mim para que assim saberei dar limite ao que penso e ao que pensam que sou.
E o que tem alimentado o desejo de paz e de equilíbrio nas minhas angustias foi perceber o meu corpo reagindo, mesmo quando a cabeça queria se entregar. Ver o meu fôlego renovado quando a vontade era de não querer novos ares. Sentir o meu corpo mais forte e percebendo o que antes era cansativo e hoje é necessário. O que antes era impossível e hoje é caminho. E com isso posso deslumbrar um amanhã melhor. 
Eu tive trabalho para entender o porque que eu tinha que mudar. Hoje já não sei o porque eu não mudaria todos os dias.
É um passo de cada vez, um sorriso para cada conquista e com isso fui transferindo minhas vitórias para todas as áreas da minha vida, pois é ela que tenho e somente ela se beneficia. 
Vou aos poucos e sem pressa. Mas vou indo feliz à beça.
Sorrisos para todos.


7 comentários:

  1. Sabe amigo, eu percebi que nossas urgências devem ser outras, que nossas prioridades podem ser mudadas e que nossa alegria de viver pode ser recuperada.
    Que as opiniões e críticas alheias só nos atingem se nos deixamos ser atingidos por elas...
    A mudança tem que partir de dentro pra fora. A nossa busca por uma vida mais saudável nos transforma. Conseguimos nos amar mais e nos colocar no topo da lista de nossas prioridades.
    E vou te falar: Há um mundo lindo lá fora a ser desbravado e pessoas incríveis esperando por nós. Bora viver? Beijo grande!

    ResponderExcluir
  2. verdade Atílio se a receita do sucesso tem dado resultado, siga em frente....Estarei sempre aqui torcendo por você!!! E olha que engraçado meu vizinho aqui da esquerda esta ouvindo a mesma musica kkk.

    ResponderExcluir
  3. Lendo esse post vejo o quanto tu já cresceu mentalmente, Tiago!

    No momento em que estamos a cada dia melhor com nós mesmo, tudo vai ficando melhor... Só que as coisas não são isoladas, pois a conexão de tudo é nossa mente e nosso corpo. Trabalhe para você! Reflita e sempre busque ser uma pessoa melhor, não para os outros, mas consigo!

    Beijos
    Poli

    PS: gostei do título ;)

    ResponderExcluir
  4. Muita força Tiago. Realmente não é fácil as mudanças, e a cobrança afora ainda é mais complicado. A gente não se dá o direito de falhar, de errar... Mas se repararmos todos temos algo a mudar e acrescentar a nossa qualidade de vida e personalidade. Então não se cobre tanto. Erre, mas aprenda com os erros. E respeite seus limites. Ninguém entende a sua mente e seu coração como você. Estou torcendo por ti. E espero também encontrar o equilibrio!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: Esperando o resumo da semana! #Desafio60Dias

      Excluir
  5. Sim..exatamente isso!
    São uma mistura de tudo um pouquinho,tentando manter a conexão de tudo.
    O que antes era impossível,hoje é caminho é isso aí...adorei essa frase :)

    ResponderExcluir
  6. Atílio confesso que quando você some assim fico com medo.Esta firme?

    ResponderExcluir